Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

Tal como aparece no meu mailing...Por que não averiguar ???É fácil...

 

Exmos senhores directores dos jornais
 
 - CORREIO DA MANHÃ
 
 - 24 HORAS
 
 
ASSUNTO. Esclarecimento.
 
 
Reportando-me às notícias publicadas pelos jornais em epígrafe em 31.1.2009, sobre o processo FREEPORT , há algo que pedia me pudessem esclarecer, pois que, com os elementos facultados, a confusão situacional prima pelo brilhantismo.
Refiro-me à mãe do sr 1º ministro, Dª MARAIA ADELAIDE DE CARVALHO MONTEIRO.
 
 - Divorciada nos anos 60 de Fernando Pinto de Sousa, “viveu modestamente em Cascais como empregada doméstica, tricotando botinhas e cachecóis…”.(24 H)
Admitamos que, na sequência do divórcio ficou com o chalet (r/c e 1º andar) cuja fotografia se reproduz (CM).
Admitamos ainda, que em 1998, altura em que comprou o apartamento na Rua Braamcamp, o fez com o produto da venda da vivenda referida, feita nesse mesmo ano.
(1998).
Neste mesmo ano, declarou às Finanças um rendimento anual inferior a 250 €.(CM) , o que pressupõe não ter qualquer pensão de valor superior, nem da Segurança Social
Nem da CGA.
Entretanto morre o pai (Júlio Araújo Monteiro ) que lhe deixa “uma pequena fortuna, de cujos rendimentos em parte vive hoje” (24H).
Por que neste momento, aufere do Instituto Financeiro da Segurança Social (organismo público que faz a gestão do orçamento da Segurança Social) uma pensão superior a 3.000 € (CM) , seria lícito deduzir – caso não tivesse tido outro emprego a partir dos 65 anos - que , considerando a idade normal para a pensão de 65 anos, a mesma lhe teria sido concedida em 1996 (1931+ 65). Só que, por que em 1998 a dita pensão não consta dos seus rendimentos,   forçoso será considerar que a partir desse mesmo ano,1998 desempenhou um lugar que lhe acabou por garantir uma pensão de (vamos por baixo):3.000 €..
Abstraindo a aplicação da exdrúxula forma de calculo actual, a pensão teria sido calculada sobre os 10 melhores anos de 15 anos de contribuições , com um valor de 2% /ano e uma taxa  global de pensão de 80% .
Por que a “pequena fortuna “ não conta para a pensão; por que o I.F.S.S. não funciona como entidade bancária que, paga dividendos face a investimentos ali feitos (depósitos); por que em 1998 o seu rendimento foi de 250 € ; para poder usufruir em 2008 uma pensão de 3.000 €, será por que (ainda que considerando que já descontava para a Segurança Social como empregada doméstica e perfez os 15 anos para poder ter direito a pensão), durante o período (pós 1998), nos ditos melhores 10 anos , a remuneração mensal foi tal , que deu uma média de 3.750 €/mês para efeitos do cálculo da pensão final.(3.750 x 80% = 3.000).
Ora, como  uma pensão de 3.000 €, não se identifica com os “rendimentos “ provenientes da pequena fortuna do pai, a senhora tem uma pensão acrescida de outros rendimentos.
Como em nenhum dos jornais se fala em habilitações que a senhora tenha adquirido, que lhe permitisse ultrapassar o tal serviço doméstico remunerado, parece poder depreender-se que as habilitações que tinha nos anos 60 eram as mesmas que tinha quando ocupou o tal lugar que lhe rendeu os ditos 3.750 €/mês.
Pode-se saber qual foram as funções desempenhadas que lhe permitiram poder receber tal pensão ?
 
 
Guderian
 
 
 24horas@24horas.com.pt>, Correio da Manhã <redaccao@correiomanha.pt>
 
publicado por blogdaportugalidade às 13:42
link | comentar | favorito
2 comentários:
De email marketing, enviar newsletter a 16 de Março de 2011 às 12:26
Portugal é um país das bananas. Os pobres têm cada vez menos e os ricos cada vez mais...


De blogdaportugalidade a 16 de Março de 2011 às 15:27
Este post não foi colocado pelo autor do blog e ainda
por cima anónimo.Não gosto e peço para não voltar a fazer isto.
Quanto ao assunto: Por várias vezes se tem falado,
mas este país é uma DEMOCRACIA para alguns e por
isso a investigação seja do que fôr é " proibitória",
quer por mêdo de darem informações,quer pelos jornalistas a fazerem investigações e/ou até dar noticias.Os próprios tribunais é quase que exclusivamente entre advogados e juizes e quando muito o RÉU...o queixoso nem sequer é ouvido...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. ...

. RUI PINTO

. REFLEXÕES SOBRE O SISTEMA...

. ...

. NINGUÉM SE PREOCUPA CO...

. ESBANJAMENTO DE DINHEI...

. E ASSIM SE VAI VE...

. LER PORTAGENS NAS SCUTS,...

. UMA CARTA DE RUY DE CA...

. MOVIMENTO CONTRA O NAO : ...

.arquivos

. Agosto 2020

. Setembro 2019

. Março 2019

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.favorito

. AH....GRANDE VINTE E CIN...

. As novas oportunidades

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub