Segunda-feira, 4 de Março de 2013

LEIAM O CASO DA TAP E...O GOVÊRNO /S....

Caros Amigos,

 

Porque me parece ter muito de verdadeiro em relação à TAP e aos constantes ataques que lhe fazem e aos apetites de a engolir ao desbarato por um qualquer monstro que a explore (e nos explore) até ao tutano, junto o texto que recebi, tal como o recebi, sem qualquer identificação de autor ou data.

Um abraço,

Qualquer idiota sabe e percebe que a TAP é muito mais do que uma simples companhia aérea e mais até do que uma companhia aérea "de bandeira".
A TAP (excluindo o pequeno caso particular da SATA), é a única companhia aérea de um pequeno país continental que tem, todavia, o seu território disperso por mais dois arquipélagos e uma relação de presença muito forte e que deseja manter com uma série de países que foram suas colónias e outros onde se alberga uma vasta diáspora que queremos continue próxima.
Ou seja, é um instrumento fundamental da nossa política externa e não apenas de representação.
Muitíssimo mais importante e decisivo do que inúmeras Embaixadas que mantemos, delegações do Comércio Externo ou os ridículos Serviços de Informação (cuja utilidade ficou bem patente nos recentemente conhecidos relatórios sobre o Magrebe, onde se garantia que nenhuma revolta era previsível).
O país deve à TAP e aos seus trabalhadores inúmeros serviços cuja importância foi determinante para o nome de Portugal.
A começar pelo repatriamento em massa e em condições operacionais dificílimas de centenas de milhares de portugueses evacuados das colónias em 1975.
A continuar pelas ligações com países como Moçambique ou Cabo Verde ou (ainda hoje) com a Guiné-Bissau e S. Tomé e Príncipe, que lhes permitiram, pura e simplesmente, existir no mapa e sobreviver no mundo, e onde a chegada do avião da TAP foi ou ainda é a chegada do mundo, pela mão de Portugal.
Muito mais do que toda a retórica, acordos ortográficos e declarações de amizade, devemos à TAP o melhor da imagem que Portugal hoje tem no Brasil, onde os setenta voos semanais para uma série de destinos diferentes representam também uma ligação fundamental entre o Brasil e a Europa e entre as comunidades emigrantes de ambos os países, além de um contributo determinante para o turismo de Lisboa, por exemplo.
E devemos ao espírito de empresa dos seus trabalhadores e aos esforços da sua administração o facto de termos uma companhia aérea que é muito melhor do que o país que lhe dá bandeira (se alguém tem dúvidas, experimente voar na Ibéria ou na Alitália ou em qualquer companhia americana, para saber o que é uma má companhia aérea).
Aliás, só esse espírito de empresa, tão raro entre nós, permitiu à TAP sobreviver a todos as malfeitorias que o accionista Estado contra ela cometeu até há dez anos, quando enfim se rendeu finalmente a uma gestão profissional e foi chamar quem o sabia fazer.
Vale a pena recapitular.
A primeira malfeitoria foi fazer da TAP, durante mais de vinte anos, um albergue para os boys do bloco central, que a administraram como brinquedo seu, juntando a leviandade à incompetência: ainda me lembro de um presidente da TAP ( João Lencastre ) cuja grande obra foi inventar destinos sem qualquer viabilidade económica, para cujos voos inaugurais enchia o avião de convidados amigos e a "Olá-Semanário" para fazer uma reportagem 'social'.
Depois, houve que manter preços políticos e créditos incobráveis a favor dos PALOP e dos seus governantes, que também achavam que a TAP era coisa sua.
A seguir, veio o ministro João Cravinho, que concebeu o funesto projecto de fundir a TAP com a Swissair (uma das piores companhias aéreas do mundo), plano que, embora ainda tenha chegado a causar danos, abortou porque, felizmente e entretanto, a Swissair faliu.
Depois, obrigaram-na a comprar a Portugália (que, tendo nascido para concorrer com a TAP em destinos próximos, falhou e também estava falida).
Depois, obrigaram-na a comprar também esse desastre da Groundforce espanhola ( Globália ) a quem tinham entregue todo o handling do aeroporto de Lisboa, Porto e Faro (e cujos resultados ainda hoje impedem que a TAP seja confortavelmente lucrativa).
E, finalmente, e ao contrário do que se passa no mundo inteiro, a TAP tem vindo a ser progressivamente empurrada para as traseiras e tratada como hóspede indesejável no aeroporto de Lisboa, por outra empresa pública, a ANA, e em benefício das empresas low-cost (mas não é inocente: trata-se de justificar a necessidade do novo aeroporto de Lisboa com o argumento de que a TAP já não tem espaço na Portela).
Ironicamente, a história da TAP mostra-nos que de cada vez que gestores privados ditos "de sucesso" ou empresas privadas se imiscuíram no seu caminho, aqueles falharam e a TAP sobreviveu -- mas foi chamada a pagar os custos do desastroso 'sucesso' privado alheio.
Ou seja: temos aqui uma empresa pública que exerce um papel insubstituível ao serviço do país (e que, obviamente, não será continuado pela Lan Chile ou pela Catar Airways, e, menos ainda, pela Lufthansa ou Ibéria).
Temos uma empresa que funciona bem e prestigia o país, que ganhou, por mérito próprio, um papel de liderança absoluta no Atlântico Sul e um papel importante em África, que é rentável enquanto apenas companhia aérea, que é bem gerida, que dá trabalho a 8000 pessoas e paga 200 milhões de euros de impostos por ano.
E o Governo quer privatizá-la, perante o silêncio geral (excepção feita a Jerónimo de Sousa).
Apenas porque precisa de dinheiro e só não vende o pai e a mãe porque os não tem.
Entendam-me bem: eu nada percebo de transporte aéreo e talvez tenha criado uma espécie de relação amorosa com a TAP difícil de explicar.
Mas nestes tempos de depressão instalada, em que não parece haver qualquer sinal de esperança no horizonte, vejo a venda em saldo da TAP como um golpe final, tremendo, no meu orgulho de português.
Talvez haja razões que justifiquem que o Governo diga que a venda da TAP é "prioritária".
Mas, por uma questão de respeito pelos que a fizeram e mantiveram a voar, por todos nós, que tantos impostos pagámos para a viabilizar, e por uma questão de amor-próprio -- que é quase só o que nos resta -- convinha que o Governo explicasse essa 'prioridade' e que alguém mais se preocupasse com o assunto.

 

 

 

 

publicado por blogdaportugalidade às 17:31
link do post | comentar | favorito

A VERDADEIRA HISTORIA DA GREVE DA CP....VEJAM O PAPEL DO GOVERNO...

Caros amigos:
Governo e Comunicação Social lançam permanentemente mentiras sobre o défice das empresas públicas, nomeadamente de transportes, bem como sobre as "regalias" e chorudos ordenados dos seus trabalhadores. Fazem-no sabendo que mentem mas que assim mais facilmente conseguem os seus objectivos ideológicos de destruição do Estado e do seu sector empresarial, permitindo entregar ao desbarato serviços públicos e funções sociais do Estado que, assim, darão muitos milhões de lucros aos grupos económicos privados que são a razão de ser dos Governos de PSD, CDS e PS, seus fiéis servidores.
Envio em anexo um documento das organizações de trabalhadores da CP que ajudarão a compreender a mentira
 
publicado por blogdaportugalidade às 17:22
link do post | comentar | favorito

OCTAPHARMA - Agora começa-se a fazer luz, sobre a "misteriosa" razão que terá levado Sócrates a levantar a guerra contra a Associação de Nacional de Farmácias!

 

 

 

 

Agora começa-se a fazer luz, sobre a "misteriosa" razão que terá levado o então 1º Ministro José  Sócrates a levantar a guerra contra a Associação

de Nacional de Farmácias!!! 

Com a exclusividade dada à Octapharma, que cobravam a este desgraçado país um valor extra (que os "portugas" pagavam !!!) pelos produtos farmaceuticos deste laboratório, começa-se a fazer luz sobre mais «uma fonte» da obtenção de fundos que ajudaram a comprar os

dois apartamentos na Rua Castilho, pagar os «estudos» e vida luxuosa em Paris

e ainda acrescentar mais uns trocos nas "off-shores"!!!!

Se acaso há justiça neste país, espero que o Tribunal de Contas e a Procuradoria Geral da República esclareçam este mafioso assunto.
Sócrates e a "Máfia dos Vampiros" - A empresa farmacêutica em que José Sócrates é, desde dia 1 de janeiro, consultor (?) para a região da América Latina, está envolvida numa megafraude de enormes proporções.


O caso, que ganhou mediatismo sob o nome de "Máfia dos Vampiros", levou o Ministério Público brasileiro a exigir, em 2008, que fossem proibidas quaisquer negociações futuras entre a farmacêutica Octapharma e o poder público.

Foi neste contexto que a reunião entre o ex-primeiro-ministro português e o ministro da Saúde brasileiro, que decorreu na passada quarta-feira, levantou suspeitas.

 Entre uma série de nomes de altos funcionários do governo brasileiro, pode encontrar-se o de um condenado do "Caso do Mensalão".

 Em ação concertada com outros dois laboratórios de produtos derivados do sangue (principalmente destinados a doentes hemofílicos), a Octapharma é suspeita de inflacionar preços para valores muito superiores aos do mercado. Estima-se que cerca de 800 milhões de euros tenham sido desviados dos cofres públicos, no âmbito deste esquema fraudulento, detetado já em 2004.

 

publicado por blogdaportugalidade às 17:15
link do post | comentar | favorito

BPN - COBRANÇA DE DIVIDAS????OU SERÁ SÓ PROPAGANDA ?????

Governo contrata empresa para cobrar dívidas do BPN

RTP - NOTÍCIAS

O Ministério das Finanças vai avançar para a contratação de uma empresa para gerir os cerca de 4,2 mil milhões de euros de crédito ao BPN. A informação foi avançada como resposta a um pedido de esclarecimento por parte de um grupo de deputados do PSD em carta a que a agência Lusa teve acesso.

O pedido tinha surgido no seguimento de notícias várias sobre suspeitas de incumprimento dos devedores.

O Governo prepara-se para contratar até julho uma empresa para gerir os 4,2 mil milhões de euros de créditos ao BPN, sendo que o concurso internacional, acordado atempadamente com a Troika, foi lançado a 18 de janeiro e deverá estar concluído até ao final de julho.
Segundo o Ministério das Finanças refere na carta enviada a um grupo de deputados do PSD o concurso faz parte de uma tentativa de adotar "maior eficácia e eficiência" na recuperação dos créditos ao BPN por parte da Parvalorem, entidade que gere atualmente os créditos e ativos daquele banco.
Esta explicação por parte do ministério tutelado por Vítor Gaspar surge na sequência de um pedido de esclarecimentos de um grupo de deputados do PSD, liderado por Duarte Marques, depois de várias notícias sobre suspeitas de incumprimento dos devedores.
"Havia várias notícias que diziam que determinadas empresas e pessoas não estavam a cumprir com as suas obrigações com o BPN, a pagar aquilo que deviam aos contribuintes portugueses. Quisemos que o Governo confirmasse isso e, numa altura em que se pedem tantos sacrifícios aos portugueses, queríamos saber se o Governo estava ou não a fazer tudo o que estava ao seu alcance para aumentar o nível de cobrança da dívida ao BPN", explicou Duarte Marques.
Para já o deputado ficou satisfeito com a resposta considerando-a positiva já que deu conta de que "há uma estratégia que está planificada e que o Governo está a usar todos os instrumentos ao seu alcance para recuperar o máximo montante de valor em dívida dos devedores ao BPN".
O Ministério das Finanças explica ainda no mesmo documento que o Governo adianta que a Parvalorem colocou 13 mil dos 17.095 créditos ao BPN na justiça por falta de pagamento e que, sempre que detete incumprimento, são desencadeados "todos os procedimentos em sede de pré-contenciosos para recuperar o crédito".
Ainda segundo o deputado Duarte Marques este número é considerado "muito importante" porque mostra que "o Governo está a envidar esforços para aumentar o nível de cobrança, ou seja, para repor o dinheiro que os portugueses deram" ao BPN.
"Esta resposta dá-nos a garantia que a culpa não vai morrer solteira e sobretudo que o Governo não vai dar tréguas àqueles que não querem pagar ao BPN, ou seja, que não querem pagar aos portugueses", concluiu.
Recorde-se que os 500 maiores clientes do BPN deixaram de pagar as dívidas que tinham para com o BPN, e depois com as sociedades detidas pelo Estado que têm os ativos tóxicos do BPN, sendo que os maiores devedores são empresas e offshores ligadas ao grupo SLN, criado por Oliveira Costa e Dias Loureiro, com a maior dívida a pertencer a uma empresa de Emídio Catum e Fernando Fantasia, que pertenceu à comissão de honra da candidatura presidencial de Cavaco Silva em 2011.
Segundo uma lista divulgada pelo jornal Expresso no final de 2012 a lista dos 10 maiores devedores é a seguinte:
1. Pluripar - 135 milhões de euros – empresa ligada ao grupo SLN e aos empresários Emídio Catum e Fernando Fantasia (que pertenceu à comissão de honra da candidatura presidencial de Cavaco Silva em 2011). 2. Solrac Finance - 116 milhões de euros - offshore ligada ao grupo SLN, com contas no Banco Insular de Cabo Verde, e que servia para movimentar dinheiro para o BPN Cayman. 3. Labicer - 82 milhões - fábrica de cerâmica controlada pelo grupo SLN. 4. Cimentos Nacionais e Estrangeiros (CNE) - 82 milhões - empresa do grupo SLN. 5. Domurbanis - 69 milhões – outra empresa de Emídio Catum e Fernando Fantasia. 6. Marinapart - 66 milhões - empresa que tem a licença de concessão da marina de Albufeira. 7. Homeland - 50 milhões - fundo de investimento imobiliário criado para financiar a operação de Duarte Lima de compra de terrenos no concelho de Oeiras. 8. Jared Finance - 47 milhões - offshore do grupo SLN. 9. Paprefu - 44 milhões – outra empresa de Emídio Catum e Fernando Fantasia, que tem 1800 hectares de terreno junto do previsto futuro aeroporto de Lisboa na margem sul. 10. Zevin Holding - 43 milhões - offshore ligada ao grupo SLN que serviu para comprar 41 quadros de Miró

publicado por blogdaportugalidade às 17:12
link do post | comentar | favorito

A DEGRADAÇÃO DAS FÔRÇAS ARMADAS...

 

Os acontecimentos Sôbre as FÔRÇAS ARMADAS tem estado muito em alta…Jantar dos Generais,Prós &Contras,mas salvo melhor opinião ,“ FICA TUDO COMO DANTES….”ou ficará,apenas em PROMESSAS…Prometer é fácil e conveniente…por que os partidos vão mudando  alternadamente de 4 em 4 anos

Julgo que os Chefes militares actuais e aqueles que por lá passaram,têm culpa da situação actual em que vivem os militares…Reformas atrás de reformas e assim se vai degradando todo o vigor das FA ,bem como o ta,l e que amedronta os SENHORES DO PODER,o espirito de corpo que a pouco e pouco foi-se atenuando e talvez até à extinção…

 

Os governos,desde o 25 A ,tem tratado os militares como uns perdigueiros  que entraram no DEFESO  e,portanto,pode-se diminuir à ração,cortar-lhe os vencimentos ,cortar-lhe a saúde e,na altura precisa volta-se a tratar deles.E assim tem sido...

 

Quanto,por exemplo a vencimentos,por presença e contacto com 3 juizes na Policia Judiciária Militar ,e até por que desempenhei funções de Chefe de contabilidade,o VENCIMENTO de umjuiz que trabalhava na PJM era semelhante ao de um Coronel e entretanto sai um DL em 1980 em que os magistrados ao fim ,salvo erro ,de 5 anos eram aumentados automaticamente em 25% do vencimento ,além das regalias de subsidio de casa,que dizem que é a “ CASA “ de FUNÇÃO  e o subsidio nessa altura era de 6.000$00 ,acrescentando ainda mais  um passe cujo custo era nessa altura de 14.000$00.Era um passe com direito até a viagens na TAP,em Portugal….e outras regalias que agora já não sei quais ,mas que as tem ,…tem ,como por exemplo ,NÃO CONTRIBUIR PARA A SOLIDARIEDADE NACIONAL…ISTO É ESTÃO ISENTOS DOS SACRIFICIOS ,como diz o Cavaco Silca….por proposta do PCP e aprovada por unanimidade  pela Assemblei da República.

 

Além desta paridade de vencimentos ,tínhamos ainda a dos professores Universitários…

 

Contra estes factos, NUNCA foi do meu conhecimento que algum CEM tivesse  tomado posição sôbre tal assunto.

Por outro lado ,julgo que toda a politica nacional poderá estar virada e ligada a um programa preconizado pelo CLUB BILDERBERG,criado em 1954 e desde então tem-se reunido várias figuras ligadas à politica ,ao sistema financeiro e económico e tem fixado 11 objetivos e que apenas vou fazer-lhes referência  aos títulos desses objectivos…

 

1º   Uma identidade internacional única

 

2º   O controlo centralizado de pessoas

 

3º   Uma sociedade crescente ao grau ZERO

 

4º  Um estado de desiquilibrio perpectual-comorganização de crises artificialmente

 

5º   O Controlo centralizado de toda a Educação

 

6º   Um controlo centralizado de todas as politicas nacionais e internacionais

 

7º   O reforço do Poder das Nações Unidas

 

8º   Um bloco comercial ocidental

 

9º   A Expansão da OTAN

 

10º  Um só esquema Júridico

 

11º  Um só Estado providencia do tipo Socialista

 

Estes são os objectivos dos BILDERBERGs pensados nas reuniões que se fazem e às quais temos tido como assistente muitos portugueses e desse Club foi seu Secretário o Sr Pinto Balsemão.

Salvo melhor opinião,Portugal e as suas Fôrças Armadas ficam assim sujeitas  ao fluir das ideias de estranhos em relação à nossa DEFESA  e  nossa SOBERANIA.

Lembro-me da ZEE,cobiçada porpor muitos países e lembro-me das hipóteses da REGIONALIZAÇÃO…em que Portugal se sugeitará ao que fôr determinado ou acordado no tal CLUB…

 

OXALÁ ME ENGANE!!!!E …queria-me enganar.

 

Humildade e ReconhecimentoA cena da foto, onde o PRESIDENTE DA REPÚBLICA da MAIOR POTÊNCIA MUNDIAL dança em sua posse com UMA SARGENTO e sua esposa com UM SARGENTO, JAMAIS ACONTECERIA EM NOSSO PAÍS!Daí uma das razões que os EUA são uma grande nação, onde suas autoridades valorizam e reconhecem seus mais humildes soldados.“É graças aos soldados, e não aos sacerdotes, que podemos ter a religião que desejamos. É graças aos soldados, e não aos jornalistas, que temos liberdade de imprensa. É graças aos soldados, e não aos poetas, que podemos falar em público. É graças aos soldados, e não aos professores, que existe liberdade de ensino. É graças aos soldados, e não aos advogados, que existe o direito a um julgamento justo. É graças aos soldados, e não aos políticos, que podemos votar.”(Barack Hussein Obama - USA) "TAL E QUAL COMO EM PORTUGAL..."

 

 

 

Já alguma vez pensou o Casal SILVA largar o "assento "da cadeira real para tomar uma iniciativa destas   ?????

 

publicado por blogdaportugalidade às 17:03
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. REFLEXÕES SOBRE O SISTEMA...

. ...

. NINGUÉM SE PREOCUPA CO...

. ESBANJAMENTO DE DINHEI...

. E ASSIM SE VAI VE...

. LER PORTAGENS NAS SCUTS,...

. UMA CARTA DE RUY DE CA...

. MOVIMENTO CONTRA O NAO : ...

. UMA CARTA AO SR (SENHO...

. CONGRESSO DEMOCRÁTICO DAS...

.arquivos

. Setembro 2019

. Março 2019

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.favorito

. AH....GRANDE VINTE E CIN...

. As novas oportunidades

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds