Terça-feira, 23 de Outubro de 2012

AS EXIGÊNCIAS DOS NOSSOS DEPUTADOS:::

 

 

 

publicado por blogdaportugalidade às 22:39
link do post | comentar | favorito

A NÃO PERDER....DE VER E OUVIR.O video fala por si...

publicado por blogdaportugalidade às 16:22
link do post | comentar | favorito

LEITURA RECOMENDADA

 

 

 


 

 

Desde dia 1 de Outubro, começou a ser possível consultar o mapa de responsabilidades de crédito quer para particulares quer pela empresa através da internet.

  

Este serviço até 30/09/2012 ainda que gratuito, só era possível deslocando-se a qualquer balcão do banco de Portugal.

Assim, e no caso de quererem verificar as vossas responsabilidades de crédito comunicadas pelas Instituições Bancárias e similares, recomendo a leitura:

 

http://www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/ComunicadoseNotasdeInformacao/Paginas/combp20121001.aspx

 

publicado por blogdaportugalidade às 16:20
link do post | comentar | favorito

VALE A PENA VER E OUVIR:::

publicado por blogdaportugalidade às 16:17
link do post | comentar | favorito

POBRES DE PORTUGAL!!!!FAMINTOS!!!!VENHAM ALMOÇAR À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA.BASTA SÓ UMA GORGETA DE ARRUMAMAÇÃO DE CARRO:::ISTO È PAGO PELOS PORTUGUESES E EITOS A ISSO E NÃO È PRIVILÉGIO DOS DEPUTADOS DA AR::::



Repasso tal como recebi. Há muito que ler...

 

 

 


Nestum para os portugueses e porco preto alimentado a bolota, para os políticos.

 


Vamos todos almoçar na AR?

 

Enquanto os portugueses se debatem com fome,  falta de medicamentos,  falta de serviços de saúde pública, falta de transportes escolares, e falta generalizada de dinheiro, os nossos políticos debatem-se com a questão... Como poderemos ir, de novo, ao bolso da classe média sem os matar à fome?
Enquanto os portugueses definham pela vergonha de perderem tudo o que conquistaram perante amigos, filhos e família, lutando para que não falte o pão ou o Nestum na mesa. Os nossos políticos, parasitas "chiques", decidem Cardápio de Luxo que terá que entrar na Assembleia da República, para os alimentar todos os dias. Pago pelos pobres portugueses.

"Perdiz, porco preto alimentado a bolota e lebre são alguns dos produtos exigidos pelo Caderno de Encargos do concurso público para fornecer refeições e explorar as cafetarias do Parlamento. Das exigências para a confecção das ementas de deputados e funcionários constam ainda pratos com bacalhau do Atlântico, pombo torcaz e rola..." Aceda aqui ao resto do menu.

Enquanto os portugueses deixam de usar carros e estradas porque já não há dinheiro para combustível,  para portagens nem para carros, o governo debate-se entre escolher um BMW ou um Mercedes. Aqui o despesismo de carros.
Enquanto os portugueses enviam os seus filhos para a escola a pé porque já não há dinheiro para passes ou gasolina, os nossos políticos debatem-se a exigir na AR um direito básico e importante para o país e os portugueses, exigem que lhes seja atribuído o direito a água mineral, paga pelos portugueses. Aqui a luta deles pelos seus direitos.
Enquanto a classe média se debate para não sufocar definitivamente na miséria para onde foi empurrada, a venda dos produtos mais luxuosos de Portugal obtém valores records de vendas. Aqui o artigo
Enquanto os portugueses se debatem com as suas pequenas empresas a fechar, o desemprego a subir e o país a afundar, os deputados decidem implementar leis onde lhes é garantido o direito a um assistente pessoal, para os ajudar na sua vida atribulada de deputado, que acumulam promiscuamente com cargos e empresas no privado. Aqui mais sobre o tema.
Enquanto os portugueses, idosos se deixam ficar por casa à espera da morte entregues à triste sina da velhice traída, sem dinheiro para passe, sem dinheiro para médicos ou medicamentos, sem reformas e sem subsídios, o nossos políticos esbanjam milhões, nas suas próprias reformas de luxo desde tenra idade, e que duplicam aos 65 anos. Não acredita? Leia detalhes aqui.

E para pagar tanta ostentação, esbanjamento e abuso dos políticos, os portugueses, prosseguem na sua espiral descendente em direcção ao buraco mais fundo da miséria e da indignação, dos últimos anos.
Como noticia o Público, a crise levou a um aumento do consumo de Nestum. A pobreza não é apenas um medo, é já uma realidade dentro de muitos lares de portugueses.

"Nestum substitui refeições dos portugueses
Uma refeição que custa 23 cêntimos ganha outro significado quando o orçamento familiar está em derrapagem. Por isso, a Nestlé já sabia que as vendas da sua histórica marca Nestum iriam crescer com a crise.
Contudo, o gigante alimentar não contava com uma subida tão expressiva, em total contraciclo com a quebra geral do negócio da multinacional em Portugal: mais 7% no primeiro semestre em comparação com o mesmo período do ano passado, que corresponde a um acréscimo de 140 toneladas.
António Reffóios, director-geral da Nestlé, não esconde a surpresa. "Já contávamos com esta tendência porque em 2003, um ano também difícil, o consumo de Nestum cresceu.
Há nove anos, Portugal estava em recessão e a economia caía 0,9%. O país estava "de tanga", vaticinava Durão Barroso quando chegou ao Governo em 2002. As vendas desta marca de papa também cresceram mas, hoje, a diminuição do rendimento das famílias é maior. Não são só as crianças entre os três e os 10 anos que estão a comer mais Nestum. Também os mais velhos, acima dos 60, substituem o jantar ou o almoço por um prato de papa que "custa menos do que um café e é nutricionalmente equilibrado", sublinha António Reffóios."  Fonte

Para terminar em grande, noticias de hoje!!
"O grupo Parlamentar do PS renovou a frota automóvel, adquirindo quatro viaturas - um Audi A5 e três Volkswagen Passat - cujo valor total rondará os 210 mil euros. O dinheiro é proveniente do Orçamento da Assembleia da República." JN

 

 

publicado por blogdaportugalidade às 16:09
link do post | comentar | favorito

QUO VADIS PORTUGAL??????

RECEBI E CÁ ESTOU A REENVIAR !!!


Sabem que, na bancarrota do final do Século XIX que se seguiu ao ultimato Inglês de 1890, foram tomadas algumas medidas de

redução das despesas que ainda não vi, nesta conjuntura, e que passo a citar:


A Casa Real reduziu as suas despesas em 20%; não vi a Presidência da República fazer algo de semelhante.


Os Deputados ficaram sem vencimentos e tinham apenas direito a utilizar gratuitamente os transportes públicos do Estado

(na época comboios e navios); também não vi ainda nada de semelhante na actual conjuntura nem nas anteriores do Século XX.


SEM COMENTÁRIOS.


ACORDA POVO, PORQUE A NAÇÃO DE TI PRECISA... TEU GRITO SERÁ A TUA ARMA...

Aqui vai a razão pela qual os países do norte da Europa estão a ficar cansados de subsidiar os países do Sul.


Governo Português:


3 Governos (continente e ilhas)


333 deputados (continente e ilhas)


308 câmaras


4259 freguesias


1770 vereadores


30.000 carros


40.000(?) fundações e associações


500 assessores em Belém


1284 serviços e institutos públicos


Para a Assembleia da República Portuguesa ter um número de deputados "per capita" equivalentes à Alemanha, teria de reduzir o seu número em mais de 50%

O POVO PORTUGUÊS NÃO TEM CAPACIDADE PARA CRIAR RIQUEZA SUFICIENTE, PARA ALIMENTAR ESTA CORJA DE GATUNOS!

É POR ESTAS E POR OUTRAS QUE PORTUGAL É O PAÍS DA EUROPA EM QUE SIMULTÂNEAMENTE SE VERIFICAM OS SALÁRIOS MAIS ALTOS

A NÍVEL DE GESTORES/ADMINISTRADORES E O SALÁRIO MÍNIMO MAIS BAIXO PARA OS HABITUAIS ESCRAVIZADOS. ISTO É ABOMINÁVEL!

ACORDA, POVO! ESTAS, SIM, É QUE SÃO AS GORDURAS QUE TÊM DE SER ELIMINADAS E NÃO AS QUE O GOVERNO FALA.



Faz o que te compete: divulga. Mas, como sempre, deve apagar os endereços dos remetentes. Os nossos contactos são os nossos contactos.

 

 

     

 

publicado por blogdaportugalidade às 11:46
link do post | comentar | favorito

ONDE VAI PARAR A SEGURANÇA SOCIAL?????

 

- Reenvio tal como recebi. É esclarecedor

 

Convém ler e reler para ficar a saber, pois isto é uma coisa que interessa a todos.....

Vale a pena ler, isto a ser verdade (parece que sim) agora sabemos porque não chega para todos....



A INSUSTENTABILIDADE DA SEGURANÇA SOCIAL


A Segurança Social nasceu da Fusão (Nacionalização) de praticamente todas as Caixas de Previdência existentes, feita pelos

Governos Comunistas e Socialistas, depois do 25 de Abril de 1974.


As Contribuições que entravam nessas Caixas eram das Empresas Privadas (23,75%) e dos seus Empregados (11%).


O Estado nunca lá pôs 1 centavo.


Nacionalizando aquilo que aos Privados pertencia, o Estado apropriou-se do que não era seu.


Com o muito, mas muito dinheiro que lá existia, o Estado passou a ser "mãos largas"!

Começou por atribuir Pensões a todos os Não Contributivos (Domésticas, Agrícolas e Pescadores).

Ao longo do tempo foi distribuindo Subsídios para tudo e para todos.


Como se tal não bastasse, o 1º Governo de Guterres (1995/99) criou ainda outro subsídio (Rendimento Mínimo Garantido)

em 1997, hoje chamado RSI.


E tudo isto, apenas e só, à custa dos Fundos existentes nas ex-Caixas de Previdência dos Privados.



Os Governos não criaram Rubricas específicas nos Orçamentos de Estado,
para contemplar estas necessidades.


Optaram isso sim, pelo "assalto" àqueles Fundos.

Cabe aqui recordar que os Governos do Prof. Salazar, também a esses Fundos várias vezes recorreram.


Só que de outra forma: pedia emprestado e sempre pagou. É a diferença entre o ditador e os democratas?


Em 1996/97 o 1º Governo Guterres nomeou uma Comissão, com vários especialistas, entre os quais os Profs. Correia de Campos e

Boaventura de Sousa Santos, que em 1998, publicam o "Livro Branco da Segurança Social".


Uma das conclusões, que para este efeito importa salientar, diz respeito ao Montante que o Estado já devia à Segurança Social,

ex-Caixas de Previdência, dos Privados, pelos "saques" que foi fazendo desde 1975.

Pois, esse montante apurado até 31 de Dezembro de 1996 era já de 7.300 Milhões de Contos, na moeda de hoje, cerca de 36.500 Milhões ?.


De 1996 até hoje, os Governos continuaram a "sacar" e a dar benesses, a quem nunca para lá tinha contribuído, e tudo à custa dos Privados.


Faltará criar agora outra Comissão para elaborar o "Livro NEGRO da Segurança Social", para, de entre outras rubricas,

se apurar também o montante actualizado, depois dos "saques" que continuaram de 1997 até hoje.


Mais, desde 2005 o próprio Estado admite Funcionários que descontam 11% para a Segurança Social e não para a CGA e ADSE.


Então e o Estado desconta, como qualquer Empresa Privada 23,75% para a SS?


Claro que não!...



Outra questão se pode colocar ainda.

Se desde 2005, os Funcionários que o Estado admite, descontam para a
Segurança Social, como e até quando irá sobreviver a CGA e a ADSE?


Há poucos meses, um conhecido Economista, estimou que tal valor, incluindo juros nunca pagos pelo Estado, rondaria os 70.000 Milhões?!


Ou seja, pouco menos, do que o Empréstimo da Troika!...


Ainda há dias falando com um Advogado amigo, em Lisboa, ele me dizia que isto vai parar ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

Há já um grupo de Juristas a movimentar-se nesse sentido.

A síntese que fiz, é para que os mais Jovens, que estão já a ser os mais penalizados com o desemprego, fiquem a saber o que se fez e

faz também dos seus descontos e o quanto irão ser também prejudicados, quando chegar a altura de se reformarem!...


Falta falar da CGA dos funcionários públicos, assaltada por políticos sem escrúpulos que dela mamam reformas chorudas sem terem

descontado e sem que o estado tenha reposto os fundos do saque dos últimos 20 anos.

Quem pretender fazer um estudo mais técnico e completo, poderá recorrer ao Google e ao INE.



SEM COMENTÁRIOS...mas com muita revolta....

 

publicado por blogdaportugalidade às 11:45
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2012

A HERANÇA:::DO FUGITIVO....E RESPONSÁVEIS/RESPONSABILIDADES????

 


Assunto: Herança de Sócrates



Em resultado dos festejos desta acção governativa, consideram-se como valores inscritos em herança transitável para herdeiros mais ou menos habilitados que se comprometam a não a fazer aumentar, os seguintes itens:
 

- Dívida Pública aumentou cerca de 90.000 milhões de euros entre 2005 e 2010.

- Nacionalizou o BPN, com o contribuinte a pagar, aumentando o seu buraco em 4.300 milhões em 2 anos, e fornecendo ainda mais 4.000 milhões em avales da CGD que irão provavelmente aumentar a conta final para perto de 8.000 milhões, depois de ter garantido que não nos ia custar um euro.

- Derrapagem de 695 (?) milhões nas PPPs só em 2011.

- Aumentou o custo do Campus da Justiça de 52 para 235 milhões.

- Autorizou a CGD a emprestar 300 milhões a um amigo do partido para comprar acções de um banco privado rival, que agora valem pouco mais que zero.

- Injectou 450 milhões do erário no BPP só para pagar salários dos administradores.

- Desbaratou 587 milhões do OE de 2011 em atrasos e erros de protejos nas SCUTs Norte.

- Desapareceram 200 milhões de euros entre a proposta e o contrato da Autoestrada do Douro Interior.

- Anulou e deixou prescrever 5.800 milhões em impostos.

- Perdeu 7.200 milhões de fundos europeus pela incapacidade do governo de programar o seu uso.

- Enterrou 360 milhões em empresas que prometeu extinguir.

- Contratou 60.000 milhões em PPPs que serão resolvidas até 2040.

- Usou Reformas bancárias para financiar a dívida das SCUTs e PPPs.

- Deu de mão beijada 14.000 milhões aos concessionários das SCUTs na última renegociação.

- Deixou agravar o passivo da Estradas de Portugal em 400 milhões em 2009.

- Deu 270 (só?) milhões às Fundações em apenas dois anos.

- Pagou à EDP, em rendas excessivas, 3.900 milhões tirados à força nas nossas faturas da eletricidade.

- Deixou os sindicatos afundar as EPs em 30.000 milhões de passivo para os camaradas sindicalizados com salários chorudos e mordomias, pagos pelo contribuinte.

- Aprovou um TGV (planeado pelo PSD) que já nos custou 300 milhões só em papelada, e vai custar pelo menos outro tanto em indemnizações.

- Mais todos os milhões (30 ou mais) enterrados no Aeroporto fantasma de Beja, totalmente inoperacional, inaugurado à pressa antes das eleições para fechar logo de seguida, até hoje.

-etc...

 

  

publicado por blogdaportugalidade às 18:04
link do post | comentar | favorito

O estado do ESTADO...A população produtiva EMIGRA .VÃO FICAR os incapazes,os velhos ,os GOVERNANTES cada um com o seu " CLIO",SERÁ???

 
 
 
O número de jovens na população activa está a diminuir em Portugal. Os especialistas apontam a emigração como justificação do fenómeno. 100 mil pessoas abandonaram o país em 2011 e o fenómeno deverá repetir-se 2012.
José Cesário, secretário de estado para as comunidades afirmou que se assiste a um aumento da emigração para países fora da Europa como Angola, Brasil e Moçambique, de acordo com a TSF. Quanto à emigração para dentro da União Europeia (UE), na opinião do executivo português estará a haver uma diminuição por haver também um decréscimo do número de empregos nestes países.

O secretário de estado disse não acreditar que tenha havido um aumento da emigração em 2012, precisamente pela redução dos postos de trabalho disponíveis na UE. José Cesário admite, porém, que se possam repetir os números de 2011, 100 mil saídas, segundo as estimativas do Governo.

Entre Junho de 2011 e Junho de 2012, terão deixado a população activa portuguesa 65 mil jovens com idades entre os 25 e os 34 anos, o que corresponde a uma descida de 4,7% da população activa. 44 mil das 65 mil saídas registadas só no primeiro semestre de 2012, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), referidos pela TSF.

A diminuição observada foi maior entre os homens. O fenómeno relaciona-se com a emigração que tende a atingir mais o sexo masculino, que foi também o mais afectado pelo desemprego, explicou Jorge Malheiros do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, segundo a mesma Rádio.

Os números indicam que a emigração esteja a ocorrer, maioritariamente, em faixas etárias até aos “30 e poucos anos”, segundo o mesmo especialista. Pode observar-se também que o fenómeno atinge muitos jovens licenciados que “nem tentam cá”, ao concluir o ensino superior, abandonam logo o país.
publicado por blogdaportugalidade às 17:36
link do post | comentar | favorito

A MÃO NO POTE...

 

 

 

«A mão no saco»

 

«Uma pessoa entra no mundo das fundações (de qualquer género) e fica estupefacta com a desordem e a estranha ambiguidade a que ele chegou. Que se trata de meter a mão no saco do Estado e no bolso do contribuinte: nenhuma dúvida. Mas não se esperava os requintes de invenção e tortuosidade da coisa. O assunto, em que a imprensa mal tocou, merecia um livro de mil páginas não um artigo de 30 linhas. Comecemos pela Gulbenkian (pedindo desculpa a Artur Santos Silva que só lá entrou ontem). Mas quem me explica a mim por que misteriosa razão a Gulbenkian (que é uma das fundações mais ricas da Europa) recebeu do Estado, entre 2008 e 2010, 13 483 milhões de euros? E quem me dá uma justificação aceitável do facto inaceitável de a Gulbenkian continuar a ser uma "fundação pública de direito privado", em vez de ser, numa sociedade democrática, simplesmente uma fundação de direito privado, quando com o estatuto que tem agora o governo pode, quando quiser, "designar ou destituir a maioria dos titulares dos órgãos de administração"? E quem me explica a inexplicável existência da Fundação Caixa Geral de Depósitos (a Culturgest)? Não é a Caixa um banco do Estado? Não há no Estado uma Secretaria ou um Ministério da Cultura? Ou a existência da Fundação Batalha de Aljubarrota (que nos gastou desde 2008 a 2010, um milhão e 900 mil euros) dedicada a "reconstruir" (palavra de honra) o "campo militar" e as "circunstâncias" (não estou a inventar) desse memorável combate (que, de resto, a tropa inglesa ganhou por nós? Ou a da Fundação Navegar (800 mil euros no mesmo prazo), que pretende o "desenvolvimento cultural artístico e científico de Espinho"? Ou a Fundação Carnaval de Ovar (750 mil euros), que sempre foi, como se sabe, um acontecimento mundial? Ou dezenas de outras fantasias, quase todas sem o mais leve senso e todas sem o mais leve escrúpulo. Este espaço não basta para contar e analisar a história aberrante das fundações. Mas basta para dizer que o Estado (ou seja, a maioria dos governos democráticos) deixou crescer este monstro e o alimentou durante mais de 30 anos, sobre as costas  do cidadão que hoje resolveu patrioticamente espremer. E também chega para notar que os pretextos mais comuns desta razia silenciosa e prática, sempre invocada em tom indiscutível e beato, são dois, cultura e artes, com a ciência a grande distância. Isto é, as fundações servem fundamentalmente para recolher e sustentar a iliteracia e a ignorância indígena (por exemplo 13 672 funcionários nas fundações que Passos Coelho pensa fechar). E o que é que sucedia ao País se ele amanhã parasse de estipendiar esta turba sem nome? Nada, queridos portugueses, rigorosamente nada. E talvez, com isso, o governo adquirisse alguma confiança e dignidade.»

 

Vasco Pulido Valente, Público

 

   

publicado por blogdaportugalidade às 17:34
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

19
20
21
22

24
26
27
29

30


.posts recentes

. NINGUÉM SE PREOCUPA CO...

. ESBANJAMENTO DE DINHEI...

. E ASSIM SE VAI VE...

. LER PORTAGENS NAS SCUTS,...

. UMA CARTA DE RUY DE CA...

. MOVIMENTO CONTRA O NAO : ...

. UMA CARTA AO SR (SENHO...

. CONGRESSO DEMOCRÁTICO DAS...

. AFINAL ,QUEM É O SINDI...

. PARA TODOS OS PORTUGUESES...

.arquivos

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.favorito

. AH....GRANDE VINTE E CIN...

. As novas oportunidades

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds